SOLUÇÕES

PARA

OLÁ,

SOMOS A BIZ

Surgimos em 2016 com o propósito de gerar soluções de comunicação em assessoria de imprensa, gerenciamento de redes sociais e produção de conteúdo.

O envolvimento da comunicação integrada em seu negócio é garantia de inovação, otimiza a relação da sua marca com clientes e abre novas perspectivas de mercado. Acreditamos que trabalhar de forma integrada é a melhor solução para obter resultados por meio de estratégias, amplificando as experiências entre marcas e pessoas.

4 anos

Experiência

145

Clientes felizes

187

Projetos realizados

SOLUÇÕES

Assessoria de Imprensa

Projete a imagem do seu negócio na mídia com ajuda de uma equipe de profissionais especializados, através de estratégias criativas, que garantirão um relacionamento mais próximo com os principais veículos de imprensa.

Gerenciamento de Redes Sociais

Ganhe visibilidade onde seu negócio pode conquistar mais espaço, se relacionando da melhor maneira com o seu público e criando vínculos estrtégicos. Além da produzir conteúdo para redes sociais a gestão desses perfis mantém o público engajado.

Produção de Conteúdo

Criação de conteúdos inteligentes com capacidade de alinhar os interesses do público com os produtos da sua marca de maneira assertiva. Seja legendas para redes sociais, artigos, reportagens ou textos para sites, blogs, landing pages ou ebooks.

NOTÍCIAS

Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia realiza ação de prevenção ao coronavírus


Neste domingo (17) a equipe do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia (CPDD-LGBT), da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), irá promover uma ação de prevenção ao coronavírus para a população LGBTQIA+ no Porto da Barra, em Salvador, diante da segunda onda crescente de contaminação na capital baiana.


Com a distribuição de máscaras e fornecimento de informações para fortalecer a ação, a equipe fará as abordagens com o objetivo de conscientizar sobre a importância do uso de máscaras, o uso do álcool em gel e o distanciamento social. As abordagens serão realizadas no final da tarde no famoso “Sofá da Hebe”, ponto de encontro dos LGBTQIA+.


A iniciativa da ação surgiu a partir da observação de pessoas durante o processo de triagem dos pontos de concentração de LGBTQIA+ na cidade, sem o uso de máscaras ou informações mais consolidadas sobre a proteção contra a covid-19.


Para o coordenador do CPDD-LGBT, Renildo Barbosa, é muito importante a prevenção junto aos LGBTQIA+ nestes lugares, principalmente, diante da possibilidade de pessoas sem máscaras e sem distanciamento, fatores que facilitam a contaminação. “Precisamos ir até essas pessoas para conscientizá-las da necessidade do combate ao vírus, e evitar que elas levem para as suas casas. Vamos até elas não apenas entregarmos máscaras, mas para conversarmos sobre o assunto e prestarmos outro atendimento que eles precisem", pontua Barbosa.


Além de máscaras, a equipe vai disponibilizar preservativos e o encaminhamento para os atendimentos de psicologia, jurídico e outros serviços oferecidos pelo CPDD-LGBT, no Casarão da Diversidade, localizado na Rua do Tijolo, n⁰ 8, no Pelourinho.

Verão em plena pandemia inspira cuidados para evitar contágio nas férias

O brasileiro enfrenta um verão atípico em 2021 e a estação mais quente do ano já registra temperaturas elevadas em meio à pandemia do novo coronavírus, exigindo cuidados redobrados em um cenário completamente diferente dos anos anteriores. De acordo com as projeções, este verão será marcado ainda pela presença do vírus, tendo o fim da estação no mesmo mês em que se completa um ano em que o país registrou a primeira morte por Covid-19.


A Bahia ultrapassou em janeiro a marca de meio milhão de casos de infecção pelo novo coronavírus em dez meses de pandemia. Salvador, segundo levantamento, é a cidade com maior número de casos positivos, contabilizando 22,47% de todo o estado.


A especialista em saúde pública e diretora da Padrão Enfermagem Salvador, Angelina Oliveira, destaca que o Brasil vai lidar com a maior pandemia da sua história em um período em que os baianos não costumam ficar em casa e adotam as praias e outros destinos, onde há aglomerações, para passar as férias de verão.


“Por mais que nós costumamos celebrar o verão, a melhor forma de aproveitar a estação é adotar cuidados necessários para se evitar o contágio pelo novo coronavírus. Vejo com muita preocupação famílias promovendo festas e cumprindo roteiros de viagem sem seguir cuidados necessários, inclusive com entes que formam o grupo de risco, como os idosos”, diz Angelina Oliveira.


Diante dos novos casos de infecção, a especialista alerta para o alto risco de contágio em situação como a de uma praia lotada ou mesmo em ambientes sem circulação do ar, como bares e restaurantes. “Se houver alguém com coronavírus na praia, ela poderá transmitir a quem estiver ao seu redor, num perímetro de dois metros. Se a pessoa estiver falando alto, como acontece em estabelecimentos fechados, o risco de contaminação aumenta”, pontua.


No entanto, para a especialista, é possível aproveitar o verão alterando rotinas e adotando uma série de cuidados e preocupações que agora se tornaram necessários, adaptando hábitos comuns para encarar o verão da pandemia entre familiares. Angelina Oliveira recomenda aumentar a frequência com que as máscaras são trocadas, já que a eficiência da barreira é prejudicada pela umidade típica do verão.


“Apesar de não haver ainda registro de transmissão do vírus pela água de piscinas, devido ao uso do cloro, algumas precauções devem ser tomadas, como evitar entrar na água se estiver com diarreia ou corte aberto”, pontua Angelina Oliveira. A especialista enfatiza também que ao visitar parques acompanhado de idosos, locais fechados ou com aglomeração devem ser evitados.


Ao frequentar restaurantes, “o ideal é tentar manter distanciamento social e usar máscara, mesmo se não houver aglomeração. Não se esqueça de que toda a família, incluindo pessoas com idade avançada, estará em contato direto com funcionários dos estabelecimentos ao consumir alimentos ou bebidas”, esclarece. “Dê preferência a áreas abertas e ventiladas, onde o idoso possa se sentir confortável e longe do risco de contaminação pelo vírus”, certifica.


Sobre a Padrão Enfermagem Salvador


A Padrão Enfermagem Salvador oferece serviços que vão de procedimentos pontuais, como administração de medicamentos, monitoramento de sinais vitais e testes de glicose; passando pelo acompanhamento integral com cuidadores de crianças e idosos que, além de tratar da saúde dos pacientes, auxiliam com tarefas de higiene e fazem companhia no dia a dia; até um trabalho efetivo de enfermagem e acompanhamento hospitalar para quadros de maior complexidade.


Há mais de dez anos no mercado, a Padrão Enfermagem é a maior rede de franquias do Brasil em seu segmento, oferecendo o melhor custo-benefício do mercado e com suporte de atendimento 24 horas por dia, por meio de central de atendimento. Em Salvador, a Padrão Enfermagem fica localizada na Rua Itatuba, nº 201, Ed. Cosmopolitan Mix, salas 309/310 - Parque Bela Vista. Maiores informações podem ser obtidas por meio do telefone (71) 99636-7676.

Casarão da Diversidade inicia as atividades em Salvador

Na manhã de segunda-feira (4) o Casarão da Diversidade iniciou as atividades e apresentou a equipe responsável pelas ações do primeiro semestre de 2021, administrado pela Instituição Beneficente Conceição Macedo (IBCM). A gestão é fruto de um termo de colaboração para execução dos serviços do Centro de Promoção e Defesa dos Direitos LGBT da Bahia (CPDD-LGBT), da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS).


A atividade contou com a presença de Gabriel Teixeira, coordenador do Núcleo LGBTQIA+, que apresentou o plano de ação e ressaltou a importância da vinda da IBCM nessa parceria para fortalecer as políticas públicas para população LGBTQIA+ na Bahia.


Para Renildo Barbosa, coordenador do CPDD, é preciso fortalecer as ações do Casarão e chegar a espaços como as periferias, realizar o monitoramento das violências denunciadas e praticadas na internet, além de apresentar à população um equipamento público completo para atender às demandas das pessoas LGBTQIA+. "Vamos fortalecer nossas ações nos diversos espaços e buscar atender a todas as demandas com nossa equipe, do jurídico ao serviço social. As demandas são grandes, e nosso empenho será maior e com foco nas necessidades da nossa população", sinalizou Barbosa.


No local, funciona o Centro de Promoção e Defesa dos Diretos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CPDD), que oferta serviços como o acolhimento, orientação psicossocial e jurídica, encaminhamentos à rede de serviços diversos, como saúde e assistência social, além do acompanhamento prestado por profissionais de psicologia, direito e pedagogia.


O centro atua ainda na articulação com outras estruturas estaduais e municipais em questões de educação, qualificação e empregabilidade do público LGBTQIA+, a exemplo do projeto Corre LGBT, fruto da parceria com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda da Bahia (Setre). A ação realiza emissão de documentos de trabalho com nome social e faz o encaminhamento para qualificação, além de intermediação de mão de obra com o mercado de trabalho. O corpo profissional da unidade também é formado pelo público prioritário do centro.


“Hoje iniciamos novos desafios com a experiência da IBCM nesta parceria com a Secretaria, que será sem dúvida muito importante para atendermos às demandas da população LGBTQIA+ e fortalecer o compromisso do Casarão desde a sua criação, em 2015. A Secretaria reafirma seus objetivos na construção de melhorias para a comunidade LGBTQIA+", pontuou Gabriel.


O CPDD ainda acolhe as demandas registradas pelo Disque 100, serviço que registra denúncias de direitos humanos em todo o país. O estudo e a avaliação dos dados são utilizados na formulação de políticas públicas e orientação das ações da SJDHDS. Funciona no local, também, o PreParaSalvador, ação sob responsabilidade do Instituto de Saúde Coletiva (ISC), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que atua na pesquisa e prevenção em relação às HIV/Aids para o público jovem.


Sobre a IBCM


A IBCM atua desde 1989 em Salvador no atendimento e acolhimento da população mais vulnerável, especialmente travestis e transexuais em situação de vulnerabilidade, e na prevenção do HIV/AIDS. A instituição conta com reconhecimento pelos mais de 30 anos de serviços prestados à comunidade LGBTQIA+ de Salvador e da Bahia.


SERVIÇO

O quê? Casarão da Diversidade - Serviços, ações e iniciativas de cidadania e proteção da população LGBTQIA+

Quando? Segunda a sexta-feira, das 8h às 17h

Onde? Rua do Tijolo, nº 8, Pelourinho - Salvador

Precisa de um orçamento?

CONTATO